Como construir uma carreira com curso de Educação Física?

Personal trainer helps girl in gym

Além de ser uma atividade que contribui para a conquista da saúde e qualidade de vida das pessoas, o curso de Educação Física dá ao profissional a oportunidade de aplicar seus conhecimentos e exercer sua profissão em diversas frentes de trabalho.

Essa variedade de oportunidades é importante, pois permite a construção de uma carreira direcionada ao seu perfil e preferências, desde que invista em uma boa formação, cursos e especializações.

Portanto, se você gosta dessa área, saiba que apostar nesta formação pode render ótimas oportunidades. Quer saber como? Então leia esse post e aprenda como se preparar para se destacar e ter sucesso no mercado. Preparado? Então, boa leitura!

Vantagens de fazer um curso de Educação Física
Em primeiro lugar, vamos definir direitinho o que faz um educador físico. De forma geral, dá para dizer que o papel dele é promover a saúde e a capacidade física das pessoas por meio da prática de atividades corporais.

Portanto, a tarefa básica referente a essa profissão é a organização e supervisão de programas de exercícios físicos. Essas atividades serão direcionadas ao público de acordo com as necessidades de cada um. Desta forma, o educador físico atende desde portadores de deficiências até mesmo atletas de alta performance, em diferentes modalidades esportivas.

Para exercer a profissão, é necessário ter o registro regularizado no Conselho Regional de Educação Física (CREF) do estado em que o serviço será prestado.

Trabalhar nesta área é garantia de várias vantagens, que vão desde a realização pessoal até as oportunidades de mercado e a possibilidade de obter uma boa renda, dependendo dos diferenciais que o profissional oferece. Conheça algumas delas:

Contribuir para a saúde e o bem-estar das pessoas
Não há como negar que um dos fatores de grande importância para a longevidade, saúde e qualidade de vida é a prática de exercícios físicos. Por isso, o profissional da área tem a oportunidade de causar um impacto positivo na vida das pessoas com quem ele atua.

Ele pode contribuir para pessoas recuperarem seus movimentos depois de traumas, acidentes ou cirurgias. Tem a oportunidade de ajudar deficientes a desenvolverem habilidades. Preserva a mobilidade de idosos e outros doentes, ajuda pessoas a se manterem saudáveis ao elaborar programas para perda de peso ou conquista de um condicionamento físico adequado.

Portanto, para quem quer saber que sua profissão faz a diferença na vida das pessoas, essa é uma escolha perfeita.

Lidar com gente praticamente todo o tempo
A essência do trabalho deste profissional é o contato interpessoal. Na maioria das opções de carreira, o educador físico faz seu trabalho com pessoas o tempo inteiro. Por isso, é importante que ele goste dessa interação.

Além do conhecimento técnico a respeito do corpo humano e do que precisa e pode ser feito para garantir os resultados desejados, o educador físico precisa ser um “especialista em gente”.

Descobrir as necessidades das pessoas, o que as motiva, o que faz elas realizarem os maiores esforços e o que traz a sensação de recompensa para cada uma delas é garantia de resultados para o cliente e sucesso para o profissional.

Fazer parte de uma área em constante evolução
O conhecimento sobre o corpo humano está em constante evolução. Frequentemente, novas descobertas mostram formas mais eficientes para alcançar os resultados desejados.

E não se trata apenas das novidades relacionadas à área. Um aspecto muito interessante da Educação Física é que ela é um campo estudo que interage com outros, criando uma rede de conhecimentos extraordinária.

Por isso, se você não gosta de ficar parado no tempo e quer uma profissão em que é importante aprender a todo momento, ela é uma excelente opção.

Ter muitas oportunidades no mercado de trabalho
Há muitos locais de trabalho que solicitam os serviços de profissionais da área: grupos, escolas, clubes, academias e ONGs estão entre os principais empregadores. No entanto, também é muito comum a prestação de atendimento individual, como personal trainer.

Apesar desse leque grande de atuação, quando se fala em empregabilidade nenhuma oportunidade se destaca tanto quanto o ensino nas escolas de Ensino Fundamental e Médio. Este é, sem dúvida, o maior campo de trabalho para esses profissionais.

Não é novidade que a educação no Brasil tem uma carência grande de professores em todas as áreas e, por isso, na Educação Básica, as chances de conquistar um emprego são praticamente garantidas. Para lecionar, o profissional precisa ter o diploma de licenciatura.

Trabalhar em ambientes geralmente descontraídos
A prática de exercícios físicos não deve ser relacionada a situações negativas. Tão importante quanto mexer o corpo é sentir a satisfação de realizar atividades que fazem bem ao nosso organismo.

Para estimular o empenho dos alunos, os locais onde essas atividades são praticadas costumam ser ambientes descontraídos, onde a motivação é uma prioridade. Aulas envolventes e aliadas à música, prática de jogos e brincadeiras estão entre as estratégias usadas pelos professores para animar os alunos.

Aproveitar a alta da área no mercado
No dia a dia, é fácil perceber que este é um momento muito propício para quem quer fazer cursos direcionados à promoção do bem-estar e da qualidade de vida, e entre esses está o curso de Educação Física.

Como podemos ver, ser fitness está na moda, além do fato de que o número de pessoas que buscam cuidar da saúde é cada vez maior. Esse cenário é muito favorável para o profissional, já que academias ou serviços personalizados têm uma demanda crescente.

Escolher um trabalho de acordo com a sua preferência
Embora seja uma única formação, o profissional pode atuar em diversos segmentos. Se ele gosta de lidar com crianças, lecionar ou trabalhar em programas de iniciação esportiva é uma excelente opção. Se prefere adultos, mas gosta de atividades realizadas em grupo, tem a alternativa de aulas em academias, condomínios e clubes.

Por outro lado, se ele quer focar no atendimento individualizado, as clínicas, hospitais, atividades de reabilitação e a atuação como personal trainer são algumas das possibilidades que ele tem para esse tipo de atividade.

Por isso, o educador físico pode ter infinitas possibilidades para construir um plano de carreira condizente com suas próprias características, preferências e expectativas de remuneração.

Curso de Educação Física: Bacharelado ou Licenciatura?
Muitas pessoas possuem dúvidas sobre as possibilidades de carreira de um bacharel ou de um profissional licenciado. Pode ser que você também queira saber quais são as oportunidades que cada um deles têm. Por isso, vamos explicar direitinho a diferença.

Durante a faculdade, o aluno tem três opções de formação: o bacharelado, a licenciatura e a licenciatura plena. Cada uma delas permite uma atuação diferente:

bacharelado: dá ao educador físico o direito de atuar em academias, clubes, empresas, hotéis e outras atividades que não envolvam o ensino regular;
licenciatura: permite dar aulas em escolas;
licenciatura plena: neste caso, o profissional pode atuar em qualquer área, mas precisa complementar seu curso e investir mais algum tempo em sua formação. Esse período adicional pode variar entre um ano e um ano e meio.
Carreiras para formados em Educação Física
Portanto, se você tem interesse na área ou já é formado mas gostaria de ampliar suas opções de atuação, conheça algumas alternativas que o mercado oferece:

Condicionamento físico
Esta é uma das atividades mais comuns. Nela, o profissional cria programas e auxilia seu público na realização de exercícios em clubes, academias ou atendimento individualizado.

Atividades especializadas
Mesmo que um profissional queira trabalhar em uma academia ou clube, ele pode e deve se especializar ainda mais. Há conhecimentos direcionados à área aquática, para musculação, esportes, desenvolvimento motor ou ginástica.

Atendimento a grupos especiais
O educador físico elabora e acompanha atividades direcionadas às necessidades de idosos, gestantes, crianças, deficientes, cardíacos ou outras pessoas com condições de saúde especiais.

Empresas
Atualmente, sabe-se que o trabalhador que tem a oportunidade de realizar exercícios físicos sofre menos com o estresse, reduz o risco da ocorrência de problemas de saúde, apresenta menos lesões por esforço repetitivo e, por esse conjunto de fatores, tem menos afastamentos do trabalho.

Mas na correria do dia a dia, especialmente nas grandes cidades, pode ser difícil para alguns deles praticarem algum esporte. Por isso, muitas empresas têm apostado em proporcionar esse tipo de atividade no local de trabalho.

Existem programas de ginástica laboral e outras iniciativas que buscam promover a saúde do funcionário, sua qualidade de vida e, consequentemente, aumentar sua produtividade.

Ensino em escolas básicas
Consiste em dar aulas de Educação Física para alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, de acordo com as características e as habilidades que precisam ser desenvolvidas em cada idade.

Recuperação pós-cirúrgica
Neste caso, o educador físico ajuda pacientes que realizaram cirurgias (especialmente estéticas) com exercícios adequados à recuperação pós-operatória e também com o objetivo de manter os resultados obtidos.

Treinamento para performance
Trata-se da criação de programas específicos e orientação a indivíduos e equipes esportivas. O objetivo é o treinamento e preparo para competições em diversas modalidades esportivas.

E quando se trata de atletas, além das opções tradicionais referentes ao preparo físico e técnico, o profissional pode buscar formação para atuar em coaching esportivo.

Recreação
Trata-se do entretenimento a hóspedes, associados e turistas oferecidos em SPAs, hotéis, condomínios, clubes e até navios. Este serviço tem se tornado cada vez mais comum, já que se trata de um diferencial para as empresas contratantes.

Clínicas, hospitais e saúde preventiva
Esta é uma oportunidade relativamente recente. Hoje já existem clínicas e hospitais que contratam educadores para tratar do condicionamento físico de pacientes. Outra opção é a procura de empresas de seguro-saúde, com o objetivo de atuar em centros de saúde preventiva.

Turismo ecológico
Para os mais aventureiros, existe a opção de coordenar atividades ao ar livre. Entre elas, estão a exploração de cavernas e montanhismo.

Evolução na carreira
Também é possível que o profissional evolua na carreira. Com isso, ele pode se tornar professor do Ensino Superior ou coordenador pedagógico em alguma universidade. Se ele não tem interesse em ensinar, pode assumir cargos de gestão ou treinamento de equipes esportivas em clubes esportivos.

Outra opção é usar o conhecimento que adquiriu em anos de experiência para se tornar sócio ou proprietário de empresas dedicadas ao desenvolvimento de atividades físicas e esportivas como clubes, academias ou escolas de futebol.

Marketing pessoal para o profissional de Educação Física
Mas como evoluir e se tornar um profissional de destaque, apto a aproveitar oportunidades diferenciadas que garantem uma remuneração melhor?

O primeiro fator para essa evolução é uma formação adequada, um assunto que vamos tratar no próximo tópico. Porém, isso não é suficiente. Há excelentes profissionais, extremamente atualizados, que não encontram oportunidades para deslanchar na carreira. Por que isso acontece?

Tão importante quanto o conhecimento ou a competência de um profissional é a sua capacidade de tornar esse seu diferencial conhecido pelo público. Portanto, o marketing pessoal é a ponte que liga o educador físico aos seus possíveis clientes.

O marketing potencializa ou acelera uma trajetória de sucesso e, embora muitos educadores físicos ignorem esse fator, ele é tão fundamental quanto as estratégias aplicadas para a divulgação de um produto.

Como um consumidor sabe dos benefícios de um produto? Como ele toma consciência de que uma mercadoria é a solução para os seus problemas? De que forma ele entende que uma marca específica possui diferenciais que atendem às suas necessidades? Tudo é uma questão de marketing.

Talvez o argumento da maioria seja de que o serviço ou um profissional não são produtos, e por isso não podem ser “vendidos” da mesma maneira.

No entanto, o que está em questão não é o “produto”, e sim a necessidade do cliente. Quando falamos das vantagens da profissão, mencionamos como primeiro aspecto o impacto que ela causa na saúde e qualidade de vida das pessoas. Esses benefícios nunca serão desfrutados por quem não conhece o serviço que você pode oferecer.

Mas como utilizar o marketing pessoal? Como as ferramentas de divulgação podem ser usadas de forma correta?

Em primeiro lugar, é importante entender o que é marketing. Ao contrário do que muitos pensam, não se trata apenas de vender ou fazer propaganda. Esses são alguns dos elementos desse conceito, mas ele não se restringe a isso.

Marketing é uma prática complexa, um processo que envolve etapas fundamentais como a avaliação das necessidades do cliente e se estende até o desenvolvimento de um produto (treinamento) que atenda essas expectativas e sua distribuição/divulgação.

Mas como aplicar isso ao trabalho do profissional de Educação Física? Aí vão alguns passos:

Reconheça que seu serviço satisfaz a necessidade dos consumidores
Quer os seus clientes tenham consciência ou não, eles possuem necessidades que o seu trabalho e o seu conhecimento podem atender. Ele pode ser uma forma de prevenir ou solucionar problemas. Vamos pensar em alguns exemplos relacionados à área:

a pessoa que se encaminha à terceira idade perderá qualidade de vida e mobilidade se não fizer um trabalho físico adequado;
crianças cada vez mais confinadas em espaços reduzidos precisam de um trabalho físico bem direcionado para desenvolverem suas habilidades psicomotoras;
obesos enfrentam limitações no dia a dia e apresentam problemas de saúde decorrentes de sua condição física e podem ser grandemente beneficiados com um bom programa de exercícios;
profissionais que passam o dia inteiro sentados no escritório sofrem de mais estresse, sentem dores, têm prejuízos à postura e mobilidade e são mais propensos a lesões por esforços repetitivos;
o exercício físico previne uma série de doenças cardiovasculares, do sistema locomotor, combate problemas psicológicos, entre outros benefícios.
Percebeu como o serviço do educador físico é uma necessidade real, que resolveria as necessidades de muitas pessoas? O problema é que a maioria delas não sabe ou não entende isso. Conscientizá-las é papel do marketing. Entendeu a importância dele agora?

Entenda que o marketing conscientiza os clientes dessas necessidades
Como dissemos, as pessoas enfrentam problemas no dia a dia e nem sabem como o seu trabalho poderia ajudá-las. É por isso que o marketing é fundamental! Portanto, se você já concluiu a primeira tarefa que é oferecer um produto que atende às necessidades do cliente, agora vem a segunda parte: fazer com que ele saiba disso.

Por isso, o objetivo das ações de marketing é fazer com que as pessoas entendam que essas necessidades e problemas que elas enfrentam diariamente — perda da mobilidade, aumento de peso, dores musculares e articulares, problemas de saúde — podem ser minimizados ou solucionados pelo serviço que você oferece.

Garanta soluções mais eficientes que as dos seus concorrentes
Aqui começa o grande diferencial. Como já adiantamos, vamos falar do seu preparo para se destacar no próximo tópico. O fato é que, a partir do momento em que você for um profissional com potencial para apresentar resultados melhores que seus concorrentes, isso precisa ser apresentado ao cliente.

Possui uma metodologia diferente, que promove resultados mais eficazes? Isso precisa ficar claro. Pode atender o cliente no local onde ele está, garantindo comodidade e segurança? Mostre as vantagens desse diferencial a ele.

Utilize ferramentas eficazes
Hoje o mercado dispõe de inúmeras ferramentas que podem ajudá-lo a divulgar os seus serviços.

Produção de conteúdo de acordo com os interesses dos clientes, realização de parcerias com profissionais de áreas correlatas, divulgação em redes sociais aliada a ferramentas de direcionamento para um público específico e adesão a aplicativos são algumas técnicas eficientes para tornar o seu trabalho mais conhecido.

Tenha uma imagem condizente com o serviço oferecido
O profissional de Educação Física lida, inevitavelmente, com a questão da imagem. Por isso, um conjunto de atitudes é fundamental para que o público tenha uma percepção de sua competência.

Por essa relação estreita com o cultivo da imagem, esses profissionais são observados constantemente: sua maneira de se vestir, higiene pessoal e como não poderia deixar de ser, sua forma física está em avaliação permanente. É preciso demonstrar, com o próprio corpo, que aquilo que você propõe é plenamente possível.

Porém, o marketing pessoal vai além desses atributos. Existem outras características tão importantes quanto as observadas pela aparência física. A credibilidade, por exemplo, é um fator essencial para qualquer profissional que se relacione à área de saúde. Por isso, o conhecimento embasado em estudos é fundamental.

Sua capacidade de comunicação e motivação, paciência, disposição para tirar dúvidas, bem como a responsabilidade e pontualidade são aspectos que não devem ser descuidados para garantir uma boa imagem profissional diante da clientela atual ou potencial. Esse é um dos segredos para sustentar a carreira.

Enfim, o conjunto formado entre competência, imagem e estratégias de divulgação é o grande diferencial para o marketing pessoal do profissional de educação física. Saber utilizá-los é o segredo para potencializar o sucesso.

Cursos de especialização de Educação Física
Como já falamos anteriormente, a área de Educação Física tem sido alvo de descobertas científicas constantes, e por isso, a atualização não é uma opção, e sim uma necessidade constante.

Além disso, devido à diversidade de possibilidades de atuação, não há como um formado imaginar que ele domina todos os conhecimentos referentes a uma área específica como musculação, por exemplo.

Para atuar em um determinado segmento com verdadeira excelência e se tornar um destaque na área, é preciso investir tempo e recursos para adquirir mais conhecimento e desenvolver as competências necessárias.

Para isso, a realização de cursos e especializações é o melhor caminho. Entenda a importância:

Atualização de conhecimentos
O profissional que busca uma especialização tem acesso a pesquisas atualizadas e experiências relacionadas à sua aplicação. Com isso, ele pode tornar sua prática profissional muito mais eficiente e dinâmica, garantindo melhores resultados aos seus clientes.

Conhecimento das tendências do mercado
Assim como em outras áreas e segmentos de mercado, periodicamente algumas tendências ganham e perdem espaço na Educação Física. Quando o profissional investe em formação continuada, ele conhece essas novas tendências antes que elas cheguem ao mercado.

Com isso, além de estar atualizado e ciente das de sua existência, ele consegue avaliá-las com antecedência e decidir aquelas que são importantes e devem ser absorvidas em sua prática ou não, de acordo com as necessidades de seus clientes.

Troca de experiências com outros profissionais da área
A oportunidade de realizar um curso permite que profissionais que enfrentam realidades diferentes possam trocar experiências. Isso vale também para compartilhar soluções encontradas para potencializar as chances de sucesso profissional.

Portanto, além da aprendizagem técnica, esse contato com outros educadores físicos pode ajudá-lo a conhecer outras possibilidades de atuação, ferramentas e estratégias para alavancar sua carreira.

Oportunidade de networking
E, por falar em contato, cursos são também excelentes oportunidades de networking. Desta forma, você se torna conhecido por outros profissionais, o que pode render parcerias e oportunidades de trabalho através de indicações.

Valorização no mercado
Logo de cara, um profissional que busca uma formação contínua é visto pelo mercado como alguém que não se acomoda e busca sempre novas formas de potencializar seus resultados, o que garante um bom reconhecimento.

Além disso, a especialização realmente promove o desenvolvimento de competências, o que torna a atuação muito mais eficiente, garante a satisfação dos clientes, indicações e oportunidades diferenciadas.

Entendeu como o curso de Educação Física pode garantir a você excelentes oportunidades de carreira e realização pessoal e profissional? Já sabe o que fazer para se destacar no mercado e garantir seu sucesso?

Fonte: UniSport