Dia da Enfermagem homenageia profissionais da saúde

Os enfermeiros são profissionais que passam anos aperfeiçoando e desenvolvendo suas habilidades. Eles também atuam em um ambiente bastante difícil, no qual o estresse extremo é apenas uma parte do trabalho.

São muitas as suas atribuições, merecendo destaque dentre elas o fato de que os enfermeiros ajudam a trazer novas vidas ao mundo e cuidam incansavelmente de doentes e feridos. Justamente por esses motivos é que, em 1953, surgiu a proposta de um “Dia das Enfermeiras”.

Quem capitaneou essa ideia foi Dorothy Sutherland, funcionária do Departamento de Saúde, Educação e Bem-Estar dos Estados Unidos. Ocorre que naquele momento o presidente não aprovou a iniciativa. Foi apenas em 12 de maio de 1965 que o Conselho Internacional de Enfermeiros levou essa ideia adiante.

Não foi à toa que o dia foi escolhido. 12 de maio é uma data importante para todos que lutam nessa profissão, já que se trata do aniversário de Florence Nightingale, considerada quase que por unanimidade a fundadora da enfermagem moderna. Em janeiro de 1974, a data foi finalmente oficializada como Dia da Enfermagem e, todos os anos desde então, é comemorada.

Um trabalho em prol do paciente

O profissional possui muitas atribuições e conta com 11 áreas básicas de atuação regulamentadas pelo Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Além disso, há algumas diferenças entre esse trabalho e o de outros profissionais de apoio à saúde. Dependendo do nível de formação, as responsabilidades podem mudar.

Um enfermeiro ou enfermeira precisa ter curso superior em Enfermagem, o que lhe possibilita atuar em várias áreas dentro das unidades de saúde. O profissional pode atuar de forma assistencial, administrativa ou gerencial. É capaz, ainda, de atender pacientes em hospitais, ambulatórios, postos de saúde e até mesmo em empresas.

Essa formação superior também possibilita ao enfermeiro coordenar uma equipe de enfermagem. Ele deve planejar os cuidados necessários para cada paciente e ser o responsável por cuidados mais específicos, como um exame físico ou de maior complexidade técnica.

Aqui no Brasil, a equipe de enfermagem é constituída também de outras funções, de acordo com a Lei 7.498. É possível, assim, fazer um curso técnico e atuar executando as ações planejadas pelo enfermeiro. Dentre as atribuições, estão administração de medicamentos, cuidados ao paciente e monitoramento de dados vitais, por exemplo.

O auxiliar de enfermagem é outro trabalho relacionado. Ele precisa passar por uma capacitação própria para isso. Já o assistente em enfermagem atua em atribuições mais simples do dia a dia de uma unidade de saúde, como administração de medicamentos, realização de curativos e higiene de pacientes.

Seja qual for a área de atuação profissional, todos os profissionais merecem as homenagens nessa data e o reconhecimento da população.

Fonte: Vivo mais saudável