Hospital sem papel: tudo o que você precisa saber

Não importa se a sua empresa possui 40 anos de idade e uma história baseada na tradição ou apenas quatro meses, com um mundo de possibilidades à frente. É unânime entre estudiosos da administração, a academia e os CEOs de organizações de sucesso mundo afora que os avanços da tecnologia podem ajudá-lo a tornar o seu negócio muito mais eficiente, eficaz, seguro, sustentável e lucrativo.

O setor de saúde é um dos mais abertos às novas tecnologias, porque é fácil de mensurar seus benefícios em todos os sentidos, tanto para reduzir custos quanto para salvar cada vez mais vidas, otimizando o atendimento. Na atual conjuntura, é quase impossível imaginar um hospital que não utilize recursos tecnológicos. Digitalizar cada um dos processos da cadeia de atendimento de um hospital já é uma realidade. O hospital sem papel facilita a vida do profissional de saúde, reduz o retrabalho e agiliza praticamente todos os processos, potencializando os resultados.

flexa-1

Além de tudo, o sistema do hospital sem papel apresenta benefícios também para o paciente, principalmente no que diz respeito a sua segurança, garantindo, por exemplo, que o paciente correto receba a medicação correta, na dose correta, pela via correta, na hora correta (Five Rights of Medication Management). A relação médico-paciente melhora com a facilidade da comunicação instantânea por meios digitais, como aplicativos seguros de mensagens.

Em relação aos custos, é habitual que a maioria dos gestores hospitalares acredite que o único ganho é na economia com insumos de papelaria e impressão, mas as vantagens vão muito além desta questão. Registrar e transmitir informações via meios analógicos como o papel implica em muitos riscos que podem ser minimizados ou até eliminados com o uso de novas tecnologias. Tornar a informação acessível a todos os agentes envolvidos na cadeia hospitalar, principalmente o médico, significa subtrair o tempo e o espaço no fluxo de toda a comunicação da organização. Como consequência, a gestão dos recursos humanos e materiais do hospital ganha muito mais capacidade. Por fim, é possível atender muito mais pacientes em bem menos tempo.

celu-2

TOMADA DE DECISÃO

EXPLICA-3

A partir do momento que o gestor hospitalar decide levar a organização para o status de hospital sem papel, é preciso decidir sobre como e quando começar as mudanças, quais processos e qual a quantidade de papel deve ser convertida para o meio digital, como lidar com os fornecedores que continuam trabhospital-sem-papelalhando com o papel, como treinar colaboradores para lidar com as novas tecnologias… Enfim, essas determinações são muito importantes para planejar estrategicamente o projeto de implantação do novo sistema.

Isto posto, fica claro que a consultoria de uma empresa de soluções tecnológicas é imprescindível para que esta tomada de decisão seja feita de maneira racional, mas que também saiba lidar com as transformações da cultura organizacional, uma questão de relações públicas. O envolvimento dos colaboradores da organização é condição sine qua non para que o projeto seja praticável. Deste modo, é preciso incluir no planejamento treinamentos periódicos de funcionários, assegurando que todos se adaptem aos novos sistemas e às novas funções no dia-a-dia de seu trabalho.

FONTE: Gtthealthcare

Leave a comment

Your email address will not be published.


*