Bem-vindo à maior organização internacional de Fisioterapia Pélvica entre o Brasil e a Holanda. A ICL Academy e a Inspirar Holanda uniram-se com o objetivo de promover educação internacional para todos os fisioterapeutas do Brasil, América do Sul, Portugal e outros países que compreendam inglês e português.

Aulas práticas e teóricas
Técnicas adaptadas para o tratamento da dor pélvica crônica e das incontinências urinárias.
Carga Horária : 50h
Evidências, inovação e utilização otimizada de parâmetros para a prática clínica.

Dra. Maura Regina Seleme

Coordenadora do Pós-graduação de Fisioterapia Pélvica Internacional

Inspirar Holanda

Na Inspirar da Holanda o aluno terá uma vivência profissional intensa num local onde a prática individual, a prática das diversas tecnologias e as aulas teóricas são feitas em locais estruturados! Tudo para proporcionar ao aluno um aprendizado real e útil para sua vida profissional.

Programação científica da Formação Internacional em Maastricht.

Objetivo: Proporcionar ao fisioterapeuta pélvico uma vivência internacional para melhorar seu desenvolvimento profissional e pessoal com dicas práticas para o seu dia a dia.

O curso será ministrado em inglês e traduzido para o português

09h00 – Breve explicação da anatomia do cóccix/assoalho pélvico – Marianne Bleijenberg

10h00 – Exame do osso cóccix com instrumentos de medidas para a avaliação e tratamento – Marianne Bleijenberg

10h30 – Coffee Break

11h00 – Continuação do Exame do osso cóccix com instrumentos de medidas para a avaliação e início do tratamento do cóccix – Marianne Bleijenberg

12h30 – Almoço no local do curso

13h30 – Acompanhamento e diretrizes do tratamento do osso cóccix – Marianne Bleijenberg

14h30 – Reconhecendo desconforto nas cadeias musculares que integram o cóccix, com foco nas disfunções do assoalho pélvico- Marianne Bleijenberg

15h30 – Coffee Break

16h00 às 17h00 – Prática de todas as técnicas – Marianne Bleijenberg

Obs. Prática durante as aulas. Trazer roupas de ginástica e jaleco

Curso baseado em evidências, inovação e utilização otimizada de parâmetros para a prática clínica

O curso será em português

08h00 – Introdução – Conceitos – O estudo da Tensegridade é a designação dada ao padrão que pode resultar de uma relação de mútuo incremento entre forças contrárias (tração e compressão). Enquanto a tração (puxar) é contínua, a compressão (empurrar) é descontínua. Neste curso iremos levar em consideração este conceito e ampliá-lo para um tratamento mais abrangente do assoalho pélvico levando em consideração a saúde integral, ou seja, um corpo visto como um todo.

09:00 – O que é tensegridade? Compreendendo a relação entre forças contrárias e a importância do conceito para o corpo humano – Bruna Petito

09h30 – Tensegridade no sistema biológico: Biotensegridade e suas perspectivas – Bruna Petito

10h30 – Coffee Break

Biotensegridade na Fisioterapia Pélvica

11h00 – Mudar a perspectiva é viver o sistema- Bruna Petito

11h30 – Incorporação é a tensão e compressão em nosso corpo

12h00 – Fáscia e corpo continuum- Bruna Petito

12h30 – Almoço no local do curso

Biotensegridade e abordagem Miosfacial no Assoalho Pélvico

13h30 – Olhar Somático com Equilíbrio Interior- Bruna Petito

14h30 – Continuidade de fáscia e corpo- Bruna Petito

15:00 – Por que o corpo precisa de tensão para fazer abordagem miofascial? – Bruna Petito

15h30 – Coffee Break

16h00 às 17h00 – Técnicas de equilíbrio e toque miofascial com mobilização ativa – Bruna Petito

Obs: Prática durante as aulas. Trazer roupas de ginástica e jaleco

Curso baseado em evidências, inovação e utilização otimizada de parâmetros para a prática clínica

O curso será em português

08h00 – Introdução – Conceitos – O estudo da Tensegridade é a designação dada ao padrão que pode resultar de uma relação de mútuo incremento entre forças contrárias (tração e compressão). Enquanto a tração (puxar) é contínua, a compressão (empurrar) é descontínua. Neste curso iremos levar em consideração este conceito e ampliá-lo para um tratamento mais abrangente do assoalho pélvico levando em consideração a saúde integral, ou seja, um corpo visto como um todo.

09:00 – O que é tensegridade? Compreendendo a relação entre forças contrárias e a importância do conceito para o corpo humano – Bruna Petito

09h30 – Tensegridade no sistema biológico: Biotensegridade e suas perspectivas – Bruna Petito

10h30 – Coffee Break

Biotensegridade na Fisioterapia Pélvica

11h00 – Mudar a perspectiva é viver o sistema- Bruna Petito

11h30 – Incorporação é a tensão e compressão em nosso corpo

12h00 – Fáscia e corpo continuum- Bruna Petito

12h30 – Almoço no local do curso

Biotensegridade e abordagem Miosfacial no Assoalho Pélvico

13h30 – Olhar Somático com Equilíbrio Interior- Bruna Petito

14h30 – Continuidade de fáscia e corpo- Bruna Petito

15:00 – Por que o corpo precisa de tensão para fazer abordagem miofascial? – Bruna Petito

15h30 – Coffee Break

16h00 às 17h00 – Técnicas de equilíbrio e toque miofascial com mobilização ativa – Bruna Petito

Obs: Prática durante as aulas. Trazer roupas de ginástica e jaleco

13h00 – Treatment of female pelvic organ prolapsos – Dra .Magdalena Grzybowska

13h30 – Functional anatomy of prolapsos – Dra .Magdalena Grzybowska

14h00 – Ultrasonography and Functional Assessment of the Pelvic Floor and Prolapses – Dra .Magdalena Grzybowska

15h30 – POP-Q e Pessarios – News  – Dra .Magdalena Grzybowska

15:45h – Coffee break

16h00 – Necessidade de cirurgia, papel de POP recorrente e Fisioterapia – Dra .Magdalena Grzybowska

17h00 – Prolapsos: prática de exercícios para o assoalho pélvico – Maura Seleme

18h00 – Pequeno jantar

18h30 – Fisiopatologia e parâmetros de aplicação da eletroterapia e biofeedback na prática clínica  – N’Dongo Abdoulahaye

19h00 – Aula práitca:1.Dor pélvica crônica -2.Sarcopenia vaginal-3.Bexiga hiperativa – N’Dongo Abdoulahaye

20h30 – Coffee break

20h45 – Aula práitca:4.IUE – 5.Problemas circulatórios – N’Dongo Abdoulahaye

21h30 – Encerramento

Obs: Prática durante as aulas. Trazer roupas  adequadas para a prática interna e de exercícios em grupo

Ministrantes da Formação Internacional de Fisioterapia Pélvica em Maastricht

Bary Berghmans

Condecorado pela Associação de Fisioterapeutas Pélvicos da Holanda
Condecorado pelo Rei Da Holanda pelas suas contribuições científicas socioculturais nacionais e internacionais.
Professor Associado e Pesquisador na Universidade de Maastricht
PhD em Epidemiologia e Mestre em Ciências da Saúde
Especialista em Fisioterapia Pélvica
Co-Autor do Livro Evidence-Based Physical Therapy for the Pelvic Floor: Bridging Science and Clinical Practice: Bo,Berghmans,Van Kampen and Morkved.

Maura Seleme

Doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Especialista em Fisioterapia Pélvica -Holanda.
Fisioterapeuta no Brasil, França e Holanda.
Diretora da Escola Internacional de Fisioterapia Pélvica - Abafi Holland.
Diretora da Inspirar Holand – Maastricht.
Coordenadora do Pós-graduação de Fisioterapia Pélvica Internacional Modular da Faculdade Inspirar – Curitiba.
Diretora da ICL Academy
Idealizadora do Projeto iPelvis

Marianne Bleijenberg

Especialista em Fisioterapia Pélvica
Em Especialista Ginástica na Gravidez e Pós-parto.
Várias formações em Mobilizações do Cóccix e o uso de técnicas de Triggerpoints e Dry needling na Fisioterapia Pélvica.
Professora na França e na Suíça de Mobilizações do Cóccix

Bruna Petito

Fisioterapeuta especialista em Dance Medicine Practicum pela West Dance Physical Therapy - New York.
Criadora do Método de Saúde Integral que se chama INNER BALANCE e hoje é reconhecido mundialmente.
Osteopata
Doutorando em Ciências da Saúde no EUA
Professora mundial de Biotensigridade e do INNER BALANCE

Magdalena Grzybowska

Dr. Grzybowska é ginecologista, clínica e professora acadêmica
Especialista em oncologia ginecológica e uroginecologia
Trabalha no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, Oncologia Ginecológica e Endocrinologia Ginecológica da Universidade Médica de Gdansk, Polônia.
Especialista para o desenvolviento e preparar diretrizes multidisciplinares atualizadas para diversas condições uroginecológicas.
Faz parte do grupo de Consulta Uroginecológica Internacional (IUC)
Trabalha no grupo IUGA - Prolapse Initiative

Workshop
Internacional

No dia 18 de abril de 2024, Maastricht se tornará o epicentro do conhecimento e da inovação na área da fisioterapia pélvica, com três workshops imperdíveis que prometem revolucionar sua prática profissional. Esteja pronto para mergulhar em um mundo de descobertas, aprendizado e networking com mais de cinco profissionais renomados que estão na vanguarda deste campo vital da fisioterapia.

*Workshops não serão traduzidos.

Workshop I: Electrostimulation for the pelvic floor. 09h00 – 12h00

Electrotherapy in evidence-based pelvic physiotherapy. Innovations and optimized use of electrotherapy: new parameters for clinical practice

Palestrantes: dr. N’Dongo Abdoulahaye, George Billard, dr. Bary Berghmans

9.55 – 10:10

Rationale for and choice of parameters in eletrostimulation

Bary Berghmans

10.10 – 10:30

Discussion I: optimal use of electrical stimulation in clinical practice?

N’Dongo Abdoulahaye, George Billard, Bary Berghmans

10.30- 10:45

Coffee break

 

10:45 – 11:00

Electrostimulation: when and how in urinary incontinence

N’Dongo Abdoulahaye

11:00 – 11:20

Electrostimulation: when and how in pelvic pain

N’Dongo Abdoulahaye

11:30 – 11:45

Evidence for the use of electrostimulation

Bary Berghmans

11:45 – 12:00

Clinical cases

N’Dongo Abdoulahaye, George Billard, Bary Berghmans

 

 

Workshop II: New advances in pelvic floor rehabilitation in men with incontinence after prostatectomy. 13h00 – 17h00

Palestrantes: prof.dr. Paul Hodges, dr. Bary Berghmans, dr. Tom Hermans

13.00-13.05

Opening workshop

Bary Berghmans

13.05-13.35

Update of the prostatectomy clinical practice and surgery

Tom Hermans

13.35-14.05

New understanding of incontinence after prostatectomy

Paul Hodges

14.05-14.35

Assessment and personalised approach to rehabilitation

Paul Hodges

14.35-15.05

Evidence-based physiotherapy for urinary incontinence after prostatectomy

Bary Berghmans

15.05-15.25

Coffee break

 

15.25-15.55

Ultrasound imaging for assessment and feedback of pelvic floor muscle function in men

Paul Hodges

15.55-16.25

Pelvic floor muscle training and ultrasound after prostatectomy

Paul Hodges

16.25-17.00

Panel discussion related to case reports

 

 

 

Workshop III: Pelvic Organ Prolapse in females. 18h00 – 21h00

Innovations of management and optimal algorithm of clinical practice

Palestrantes: prof.dr. Kari Bo, dr. Hedwig Neels, dr. Maura Seleme, dr. Dorien Koppes

18.00-18.05

Opening workshop

Kari Bo

18.05-18.20

My diagnostical work-out by the urogynaecologist

Dorien Koppes

18.20-18.35

My diagnostical work-out by the pelvic physiotherapist

Hedwig Neels

18.35-18.55

Innovations of management: the pelvic physiotherapist

Kari Bo

18.55-19.10

Ultrasound: bridging science and clinical practice for POP

Hedwig Neels

19.10-19.30

Discussion I: optimal algorithm in clinical practice?

Dorien Koppes, Kari Bo, Hedwig Neels

19.30-19.45

Coffee break

 

19.45-20.00

Relevant of mApps for women with POP

Maura Seleme

20.00-20.30

Let’s do pelvic floor muscles training

Kari Bo

20.30-20.45

Let’s do pelvic floor muscles training using the application iPelvis Evo

Maura Seleme

20.45-21.00

Discussion II: optimal pelvic floor muscles training?

Kari Bo, Hedwig Neels, Maura Seleme

Ministrantes dos Workshops

N’Dongo Abdoulahaye

Médico especialista em Ginecologia Obstetrícia com vasto conhecimento na fisiologia da eletroterapia e do biofeedback.
Médico responsável pelo desenvolvimento de projetos e estudos científicos nas disfunções do assoalho pélvico para a Empresa Vivaltis.
Especialista em tratamento conservativo do assoalho pélvico

George Billard

George Billard criou a empresa VIVALTIS em Agosto de 1999 com o objetivo no mercado de reabilitação. A VIVALTIS projeta, fábrica e comercializa ferramentas de fisioterapia, como o inovador biofeedback sem fio e eletroestimulação, projetado para fisioterapeutas e outros profissionais da saúde.
Com sede em Montpellier, França, a empresa Vivaltis ajuda em pesquisas e colabora com o Centro Médico Universitário de Montpellier, um dos maiores da Europa. A missão de George Billard é proporcionar tecnologia baseada na ciência ajudando o fisioterapeuta a buscar soluções confiáveis e científicas para os tratamentos do assoalho pélvico.

Bary Berghmans

Condecorado pela Associação de Fisioterapeutas Pélvicos da Holanda
Condecorado pelo Rei Da Holanda pelas suas contribuições científicas socioculturais nacionais e internacionais.
Professor Associado e Pesquisador na Universidade de Maastricht
PhD em Epidemiologia e Mestre em Ciências da Saúde
Especialista em Fisioterapia Pélvica
Co-Autor do Livro Evidence-Based Physical Therapy for the Pelvic Floor: Bridging Science and Clinical Practice: Bo,Berghmans,Van Kampen and Morkved.

Paul Hodges

Paul W. Hodges é professor e diretor do “NHMRC Center for Clinical Research Excellence in Spinal Pain, Injury and Health na University of Queensland (UQ)”, Austrália.
Membro da Academia Australiana de Ciências, considerado o maior centro de ciência do país. Membro do Colégio Australiano de Fisioterapeutas e foi nomeado Membro Homenageado da Associação Australiana de Fisioterapia.
Paul é um líder mundialmente reconhecido na área de controle de movimento, dor e reabilitação.

Tom Hermans

Tom Hermans é urologista no Maastricht University Medical Centre+, Maastricht, e no Zuyderland Medical Centre, Sittard/Heerlen, Holanda.
Ele é doutor, Especialista em urologia geral e oncológica e no tratamento cirúrgico de condições benignas e malignas envolvendo rins, ureteres e bexiga usando cirurgia clássica aberta, endoscópica e laparoscópica.
Ele está envolvido em pesquisas científicas médicas. Ele defendeu sua tese intitulada: ‘Tratamento perioperatório e cirúrgico para câncer de bexiga invasivo muscular na Holanda em 2019 na Universidade de Utrecht, Holanda.

Kari Bo

Kari é doutora em Ciências do Movimento
Considerada a isioterapeuta pélvica mais conhecida do mundo
Cientista do movimento. Foi eleita Pró-Reitora do NIH (uma universidade especializada) de 1998-2001 e Reitora do NIH de 2013-2017. Ela foi a primeira vice-presidente da Organização Internacional de Fisioterapeutas da Saúde da Mulher, WCPT 1999-2007, e foi vice-presidente do Conselho Norueguês de Fisioterapeutas por 8 anos, que fornece aconselhamento direto ao Ministro da Saúde norueguês em questões físicas, atividade, preparo físico e saúde.
Autora do Livro Evidence-Based Physical Therapy for the Pelvic Floor: Bridging Science and Clinical Practice: Bo,Berghmans,Van Kampen and Morkved.

Hedwig Neels

Hedwig Neels é fisioterapeuta com doutorado em Saúde Pélvica da Mulher, trabalha no “Antwerp University Hospital”, na Bélgica, onde combina investigação científica, ensino e trabalho clínico.
É especialista em ultrassonografia transperineal 3D/4D. É autora de Het Bekkenbodemboek, publicado para o público leigo com belas ilustrações, dicas práticas e exercícios. Ela é a fundadora do The Pelvic Floor que fornece conhecimento e informações on-line e off-line para mulheres, atletas e profissionais do sexo feminino. Membro da IUGA e outros comitês Internacionais.

Maura Seleme

Doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Especialista em Fisioterapia Pélvica -Holanda.
Fisioterapeuta no Brasil, França e Holanda.
Diretora da Escola Internacional de Fisioterapia Pélvica - Abafi Holland.
Diretora da Inspirar Holand – Maastricht.
Coordenadora do Pós-graduação de Fisioterapia Pélvica Internacional Modular da Faculdade Inspirar – Curitiba.
Diretora da ICL Academy
Idealizadora do Projeto iPelvis

Dorien Koppes

Dorien Koppes trabalha no centro médico de Zuyderland como uroginecologista. Ela é especializada no tratamento de mulheres com queixas do assoalho pélvico. As mulheres muitas vezes não falam facilmente sobre este tipo de queixas e não sabem que existem vários bons tratamentos. O desafio de Dorien é discutir essas queixas dentro e fora do consultório e restaurar a qualidade de vida das mulheres. Em 2022 defendeu a sua dissertação 'O renascimento da anatomia, o conhecido, a necessidade de saber e o desconhecido'. Além do seu trabalho clínico, está ativamente envolvida a nível nacional em vários cursos de formação em ginecologia e no grupo de trabalho do pavimento pélvico.

Simpósio
Internacional

Junte-se a nós em Maastricht, Holanda, no dia 19 de abril de 2024, para um evento que promete revolucionar a maneira como vemos e praticamos a fisioterapia pélvica. Nosso Simpósio reunirá um time de especialistas de renome internacional para um dia repleto de conhecimento, atualização e insights inovadores.

*Simpósio não será traduzido.

09h00 – Opening symposium – Maura Seleme

09h05 – Innovation of functional anatomy and (patho)physiology of male urinary incontinence – Paul Hodges

09h35 – Prostate cancer and urinary incontinence – causes, symptoms, medical assessment and treatment – Tom Marcelissen

09h55 – Questions

10h00 – Male urinary incontinence – causes, symptoms, physiotherapy assessment – Paul Hodges

10h20 – Questions

10h25 – Coffee break

10h55 – New insights of pelvic physiotherapy for male urinary incontinence – Bary Berghmans

11h15 – Questions

11h20 – Functional elevation of pelvic floor muscle function in men to guide management – Paul Hodges

11h50 – Questions

11h55 – Effect of innovative biofeedback in the treatment of male urinary incontinence. – Bary Berghmans

12h15 – Questions

12h20 – Case reports and discussion. – Paul Hodges, Ton Marcelissen, Bary Berghmans, Maura Seleme

13h00 – Lunch

14h00 – Male pelvic pain – causes, symptoms, medical assessment and treatment. – Bert Messelink

14h25 – Questions

14h30 – Physiotherapeutic assessment of male pelvic pain – Bary Berghmans

14h50 – Questions

14h55 – New understanding of pelvic floor muscles and pelvic health disorders in men – Paul Hodges

15h25 – Questions

15h30 – Effect of pelvic floor physical therapy in the treatment of chronic anal fissure – Daniëlle van Reijn

15h50 – Questions

15h55 – Coffee break

16h15 – Myofascial techniques for male pelvic pain – Bruna Petito

16h35 – Questions

16h40 – Case reports in male pelvic pain. Paul Hodges, Bert Messelink, Daniëlle van Reijn, Bary Berghmans

17h00 – Cocktail and meet and greet

Ministrantes do Simpósio

Maura Seleme

Doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Especialista em Fisioterapia Pélvica -Holanda.
Fisioterapeuta no Brasil, França e Holanda.
Diretora da Escola Internacional de Fisioterapia Pélvica - Abafi Holland.
Diretora da Inspirar Holand – Maastricht.
Coordenadora do Pós-graduação de Fisioterapia Pélvica Internacional Modular da Faculdade Inspirar – Curitiba.
Diretora da ICL Academy
Idealizadora do Projeto iPelvis

Paul Hodges

Paul W. Hodges é professor e diretor do “NHMRC Center for Clinical Research Excellence in Spinal Pain, Injury and Health na University of Queensland (UQ)”, Austrália.
Membro da Academia Australiana de Ciências, considerado o maior centro de ciência do país. Membro do Colégio Australiano de Fisioterapeutas e foi nomeado Membro Homenageado da Associação Australiana de Fisioterapia.
Paul é um líder mundialmente reconhecido na área de controle de movimento, dor e reabilitação.

Tom Hermans

Tom Hermans é urologista no Maastricht University Medical Centre+, Maastricht, e no Zuyderland Medical Centre, Sittard/Heerlen, Holanda.
Ele é doutor, Especialista em urologia geral e oncológica e no tratamento cirúrgico de condições benignas e malignas envolvendo rins, ureteres e bexiga usando cirurgia clássica aberta, endoscópica e laparoscópica.
Ele está envolvido em pesquisas científicas médicas. Ele defendeu sua tese intitulada: ‘Tratamento perioperatório e cirúrgico para câncer de bexiga invasivo muscular na Holanda em 2019 na Universidade de Utrecht, Holanda.

Bary Berghmans

Condecorado pela Associação de Fisioterapeutas Pélvicos da Holanda
Condecorado pelo Rei Da Holanda pelas suas contribuições científicas socioculturais nacionais e internacionais.
Professor Associado e Pesquisador na Universidade de Maastricht
PhD em Epidemiologia e Mestre em Ciências da Saúde
Especialista em Fisioterapia Pélvica
Co-Autor do Livro Evidence-Based Physical Therapy for the Pelvic Floor: Bridging Science and Clinical Practice: Bo,Berghmans,Van Kampen and Morkved.

Bert Messelink

Urologista e sexólogo.
Oferece cuidados especializados em problemas do assoalho pélvico.
Ele lidera uma equipe multidisciplinar de dor pélvica em seu hospital. .
É presidente das diretrizes holandesas sobre Dor Pélvica e atuou como vice-presidente nas diretrizes da Associação Europeia de Urologia (EAU) sobre dor pélvica crônica por 20 anos.
Ele educa não apenas seus pacientes, mas também fisioterapeutas, médicos gerais e sexólogos sobre dor.

Daniëlle van Reijn

Fisioterapeuta pélvica e cientista do movimento que trabalha em sua própria clínica em Baarn e na Clínica Proctos em Bilthove
Professora no curso de fisioterapia pélvica (SOMT) em Amersfoort.
Nos últimos 5 anos, ela esteve envolvida em pesquisas científicas como candidata externa a doutorado.
Em 31 de outubro de 2023, ela defendeu sua tese "Bridging the gap, fisioterapia pélvica no tratamento de fissura anal crônica" na Universidade de Leiden.
Daniëlle participa de diversas diretrizes na área de coloproctologia e na NVFB (Associação Holandesa de Fisioterapeutas Pélvicas).

CONHEÇA MAASTRICHT
NA HOLANDA

Maastricht é uma cidade universitária na extremidade sul dos Países Baixos, que se distingue pela arquitetura da era medieval e pelo panorama cultural vibrante. Fazendo fronteira com o oeste da Bélgica e a apenas alguns quilômetros ao leste da Alemanha, Maastricht é a capital do extremo sul da Holanda, Limburg. Uma cidade rica em história e cultura onde se destacam as fortalezas que circundam a cidade e as grutas que  foram construídas pelos romanos há 2000 anos.

Maastricht ostenta belíssimas praças, igrejas e catedrais, diversos bares, cafés e restaurantes no centro da cidade. As lojas e shoppings são famosos na região e atraem turistas de várias partes da Europa nos finais de semana.

O QUE ESTÁ INCLUSO
NA PROGRAMAÇÃO

Preparamos uma oportunidade única para imergir no universo da fisioterapia pélvica, expandir sua expertise e conectar-se com os líderes de pensamento nesta área. Escolha o melhor combo e viva uma experiência enriquecedora que elevará sua prática clínica a novos patamares.

Simpósio + 3 workshops + Formação Internacional de Fisioterapia Pélvica em Maastricht

R$5634
R$ 5070,60
  • Parcelado em até 10X
  • Tradução em português da formação
  • Acesso a todas as aulas
  • Almoço incluso
10% Off

Simpósio + Formação Internacional de Fisioterapia Pélvica em Maastricht

R$ 5034,00
  • Parcelado em até 10X
  • Tradução em português da formação
  • Almoço incluso

3 workshops +
Formação Internacional de Fisioterapia Pélvica em Maastricht

R$ 3650,00
  • Parcelado em até 10X
  • Somente em inglês
  • Almoço incluso

Simpósio
+
3 workshops

R$ 2034,00
  • Parcelado em até 10X
  • Somente em inglês
  • Almoço incluso

* Passagem e hospedagem não estão incluídas.

Copyright © 2024 | Faculdade Inspirar